quinta-feira, 14 de agosto de 2014

Bíblia diz que insetos têm 4 patas

ARGUMENTO: “A bíblia diz que insetos têm 4 patas, mas como nós sabemos, insetos têm 6 patas. Será que deus não conhece sua própria criação?”

Esse é um questionamento muito comum em sites ateístas. Veja o que a bíblia diz nesse trecho:

“Mas de todo inseto que voa, que anda sobre quatro pés, cujas pernas traseiras são mais compridas, para saltar com elas sobre a terra, estes comereis.  Deles, comereis estes: a locusta, segundo a sua espécie, o gafanhoto devorador, segundo a sua espécie, o grilo, segundo a sua espécie, e o gafanhoto, segundo a sua espécie.” (Levítico 11: 21,22).

Obviamente, como se percebe no versículo em questão, a bíblia não está afirmando que “insetos têm 4 patas”, isso é um espantalho criado pelos ateus. Na verdade ela fala sobre insetos que andam sobre 4 pés ou patas, ou seja, insetos ortópteros, como o locusta, o grilo e o gafanhoto. Esses insetos possuem asas, andam sobre 4 pés (muitas vezes utilizam as patas traseiras para andar também) e possuem pernas traseiras mais compridas para poder saltar. A descrição bíblica está correta:



Era permitido aos hebreus alimentar-se desses insetos; e mesmo hoje, em certos lugares, como por exemplo no vale do Jordão, Gileade, Arábia e Marrocos, são considerados uma comida delicada (Dicionário Bíblico Universal – Buckland, pág. 170).

11 comentários:

  1. Sem choro, independente se o inseto use ou o terceiro par de patas, ele tem 6 patas.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. "que ANDA sobre quatro pés" - patas. Ou será que o seu gafanhoto anda com as 06?

      Eliminar
    2. A Biblia não está que o inseto tem 4 pés, e sim "que anda sobre quatro pés"

      Eliminar
  2. Morcego ave, unicórnio, dragões, assassinatos, estupros, genocídios, sumiço de dels. Graças a deus me libertei disso

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Este comentário foi removido pelo autor.

      Eliminar
    2. Os textos bíblicos serviam para se comunicar com as pessoas daquela época (ao menos em um primeiro momento), por isso, Deus usou uma linguagem que elas pudessem entender. Muitas coisas na Bíblia são descritas do ponto de vista do observador e temos que considerar o contexto da época. A classificação dos animais naquela época não correspondia à forma moderna de classificação. No caso do morcego, o objetivo era que fosse possível ao hebreu identificar que animais podiam ou não servir como alimento. Na literatura se faz descrição poética de pessoas e animais. Por exemplo, em Jó 39.9 o termo hebraico significa único chifre e se referia a uma espécie já extinta de "boi selvagem" e é traduzido como unicórnio na tradução Almeida Revista e Corrigida, em Jó 41 há uma descrição de um animal que é traduzido como Leviatã (RC) crocodilo (Revista e Atualizada). O texto original descreveu animais que eram conhecidos na época, alguns não existem mais; de outro lado, muitos usaram alegorias para descreve-los. Alguns tradutores modernos procuraram usar animais de sua época que fossem equivalentes e isso gera muita confusão.
      É preciso ler a Bíblia sem preconceito e pesquisar para se informar antes de afirmar que ela está errada.

      Eliminar
  3. so sei uma coisa, um deus cria 200 bilhoes de galaxias para depois proibir comer insetos ,tsc,tsc,tsc

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá ferrio!
      Analíticamente, até parece complicado mesmo. Mas nesse período Israel estava se preparando para ser um estado de direito. E essa proibição tinha um motivo. Mas antes, uma leve curiosidade:
      Eddie Van Hallen quando ia se apresentar com sua banda tinha uma exigência um tanto quanto peculiar. Ele pedia m&m's pra comer no camarim, mas não poderia haver nenhum chocolatinho da cor marrom. Estranho né?!?! Esses artistas são meio excêntricos mesmo. Porém, ele alegava que, se conseguissem fazer essa tarefa inusitada, então não teria com que se preocupar com o resto. Convenhamos que isso faça sentido. Certo?!
      É nesses parâmetros que a lei jurídica e litúrgica de Israel estava se baseando. Não tinha haver com galáxias, planetas, ou qualquer fator externo. Era direcionado a uma nação em formação. E essas leis eram baseadas em confiança e obediência. Tanto que essa lei exortava até a abrigar estranhos para repouso a noite.
      E ao contrário do que muitas denominações pregam, essas leis eram restritas ao povo de Israel, mas hoje ela já está cumprida através do sangue do Cordeiro.

      Eliminar
  4. Existe uma contradição na bíblia, pois espécies de Orthoptera já foram descritas em cadáveres e como também fósseis datados de milhões de anos, incompatível com a teoria de uma terra jovem com cerca de 6000 anos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. As medições de carbono não podem detalhar esses supostos milhões de anos. Pois segundo os próprios cientistas ele pode datar até no máximo 70 mil anos. No mais seria como medir o maracanã com uma régua de 30cm.

      Eliminar
    2. As medições de carbono não podem detalhar esses supostos milhões de anos. Pois segundo os próprios cientistas ele pode datar até no máximo 70 mil anos. No mais seria como medir o maracanã com uma régua de 30cm.

      Eliminar