segunda-feira, 25 de agosto de 2014

Mentirinhas brancas evangélicas 1

 Hoje, ao navegar pelo Facebook, me deparei com essa foto. Eu já tinha visto ela outras vezes pela internet, e já fazia um tempo que eu queria escrever algo sobre ela:


A foto veio acompanhada do seguinte texto:

"Um jovem de mais ou menos 15 anos estava no ônibus quando Deus tocou no coração dele pedindo que ele se levantasse do banco e dissesse aos passageiros sobre a volta de Cristo, e quando ele estava começando a fazer isto, um homem que estava sentado no fundo do ônibus gritou: 'Cale a boca e senta aí moleque!'
O jovem, envergonhado, sentou, mas novamente foi tocado e se levantou dizendo as mesmas palavras. 
 O homem o ameaçou novamente e ele se calou, mas Deus continuava a incomodá-lo, então ele se levantou e gritou que Jesus estava voltando, o homem que já tinha o ameaçado antes, levantou do banco com uma criança no colo e foi em direção a ele para agredi-lo, quando de repente a criança que estava no seu colo disse: 'Papai não bata nele não, ele é enviado de Deus!'
Então este homem caiu de joelhos no chão e começou a chorar.
Porque está chorando? Perguntou o jovem.
O homem, ainda em lágrimas, respondeu:
'O meu filho era mudo e agora está falando!'
"
A história é até bonita, mas o jovem que aparece na foto não é pregador do evangelho, e sim um assaltante. Ele, e um comparsa, entraram num ônibus para fazer um assalto. A polícia cercou o ônibus e os bandidos fizeram os passageiros de reféns (vide).

Veja as fotos:



O assalto teria ocorrido na Bahia, em janeiro de 2010.


Outra foto que circula muito pela internet é essa:


Ela quase sempre vem acompanhada de um texto dizendo que as vítimas da foto são "cristãos que sofreram um massacre na Nigéria". Outra mentira! Na verdade essas pessoas estavam num ônibus que foi assaltado. Os assaltantes fizeram todos os passageiros descer do ônibus e se deitar no asfalto. Foi quando surgiu um trailer em alta velocidade e atropelou os passageiros (vide). 

Outro boato que circula pela internet é aquele sobre 50 cristãos que teriam sido queimados vivos por muçulmanos na Nigéria (exemplo). O boato geralmente vem acompanhado dessa foto:


Na verdade essas pessoas foram vítimas da explosão de um caminhão de combustível em julho de 2010 ( vide ). O ocorrido não tem nada a ver com perseguição a cristãos. 


Mais uma:


A foto acima está circulando pelo Facebook com uma notícia alarmante: uma mulher morta há 7 dias teria se levantado do túmulo para anunciar a volta de Jesus, e depois de dois dias voltou a morrer. Seria o The walking dead da vida real? Claro que não! É só mais uma mentirinha branca. A foto em questão realmente é da Indonésia, mas não tem nada a ver com a notícia fantástica que a acompanha. Trata-se de um ritual muito comum na Indonésia chamado "Ma'nene", onde os familiares dão roupas novas para os cadáveres e fazem reparos nos seus caixões. Depois eles ainda passeiam com os mortos ao redor da província, para que os mortos possam "observar a vida". Veja outras fotos do ritual:





Serpente com sete cabeças


Essa foto vem acompanhada de um texto dizendo que essa serpente foi encontrada numa montanha da Índia. O texto também fala sobre uma criatura de sete cabeças mencionada na bíblia, e convida o leitor a refletir sobre a volta de Cristo e o fim do mundo.


Claro que a foto é falsa! É apenas uma montagem. Veja a foto original:







Não sei quem é esse "Pinóquio" que anda espalhando essas mentiras pela internet, mas se for cristão, deveria tomar vergonha na cara. Como pode alguém querer converter pessoas ao cristianismo falando mentiras? Lembre-se de que mentira não é coisa de cristão:

"Por isso deixai a mentira, e falai a verdade cada um com o seu próximo; porque somos membros uns dos outros" Efésios 4:25




Estou sempre atualizando esse artigo. Volte outras vezes para conferir! 














2 comentários:

  1. Já dizia o apóstolo:
    "Muitos cairão na operação do erro e darão crédito a mentira."

    ResponderEliminar
  2. Já dizia o apóstolo:
    "Muitos cairão na operação do erro e darão crédito a mentira."

    ResponderEliminar