quarta-feira, 6 de abril de 2016

Jovem Reclama de Assédio Sexual e é contestada por internautas

Uma jovem chamada Grazi compartilhou uma foto em sua página pessoal do Facebook. Na foto podemos ver algo parecido com esperma em seu vestido. A garota alegou no post que sofreu assédio sexual enquanto voltava para casa de ônibus. Segundo o texto que a mesma publicou no Facebook, o ônibus estava cheio, pois era horário de pico. Então um homem teria se encostado nela e começado a assediá-la, chegando a ejacular em seu vestido.

Foto publicada pela suposta vítima em sua página do Facebook

No entanto alguns detalhes fizeram com que muitos internautas duvidassem da história da moça. Vejamos:
A moça sofre assédio no ônibus e o suposto tarado ejacula em seu vestido. Ela desce do ônibus, não procura a delegacia para fazer um boletim de ocorrência, e vai direto para casa.
Chegando na casa dela, ela tira a tal foto, mostrando o suposto esperma.
O interessante é que o esperma na foto mantém a coloração branca, que geralmente some minutos após a ejaculação, pois o esperma passa por um processo fisiológico espontâneo após a ejaculação que o faz liquefazer em minutos. Porém, o esperma da foto parece bem recente (se é que é mesmo esperma).
Outro detalhe apontado pelos internautas foram as camisinhas esquecidas no chão, o que levanta a suspeita de que tudo foi simulado ali mesmo, com a ajuda de algum conhecido da moça:
Supostas camisinhas

Bom! O link da postagem da moça é esse DAQUI, mas nem perca seu tempo, pois ela apagou o post logo após começar a ser contestada pelos internautas.

Ao visitar a página pessoal dela no Facebook, logo se percebe que se trata de uma feminista militante.


E como bem sabemos essa gente é bem radical e adora fazer de tudo para se aparecer e posar de vítimas.

Grazi participando de protesto feminista


É um caso muito parecido com o daquele transexual ( Viviany Beleboni ) que alegou ter sido espancado por cristãos fanáticos... lembra? É sempre a mesma coisa: eles dizem ser vítimas de alguma violência, mas não procuram a polícia para fazer boletim de ocorrência, mas, ao contrário disso, ficam se vitimizando pelas redes sociais.






10 comentários:

  1. Pagina machista, homofóbica e transfobica. Pensei que só odiassem ateus. Vamo derrubar esse blog

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O termo "homofóbico" foi criado pelo psiquiatra George Weinberg, no livro Society and the Healthy Homosexual em 1972 para descrever a patologia de psicopatas que assassinavam homossexuais. Portanto não sou homofóbico, pois não odeio e nem mato homossexuais. Homossexuais não são SACROSSANTOS, meu caro! Eles também são passiveis de críticas como qualquer outra pessoa. Criticar não é odiar. Aprenda.

      Eliminar
    2. Na cabeça de gente da sua laia, criticar um gay pelo simples fato de ser gay não é ódio, da mesma forma que criticar um negro, ou gordo, ou deficiente... Mas aguarde o que te espera

      Eliminar
    3. A crítica que fiz ao transexual Viviany Beleboni não foi em virtude dele ser gay, mas por ele ser vitimista e inventar coisas para aparecer na mídia. Critiquei o caráter e não a opção sexual do rapaz. E não tenho medo de ameaças, meu caro anticristão raivoso! Um abraço hétero! kkk

      Eliminar
    4. Ah! E antes que me esqueça, cuidado com o que diz. Acusar alguém de ser homofóbico sem as devidas provas caracteriza calúnia (art. 138). Só uma dica!

      Eliminar
    5. Que crianciçe desse Thiago.
      É o arquétipo contemporâneo moderno. Se acha evoluído moralmente, acima de qualquer contextação. E como toda criança mimada, se é contrariado solta farpas, sendo assim, incapaz de manter qualquer diálogo descente.

      Eliminar
    6. Que crianciçe desse Thiago.
      É o arquétipo contemporâneo moderno. Se acha evoluído moralmente, acima de qualquer contextação. E como toda criança mimada, se é contrariado solta farpas, sendo assim, incapaz de manter qualquer diálogo descente.

      Eliminar
    7. concordo só fica ai,não usa argumentos validos só fica xingando e agindo que nem uma criança nós lhe damos os argumentos e ele simplesmente ignora.

      Eliminar
  2. Ah! E boa sorte em sua tentativa de censurar o blog! rs

    ResponderEliminar
  3. Por que será que os gays precisam se superestimar? Por que será que se sentem tão no lixo?

    ResponderEliminar