terça-feira, 11 de novembro de 2014

Carl Sagan era ateu?


Propaganda religiosa neo-ateísta


Carl Sagan era ateu?

Ao contrário do que diz a propaganda neo-ateísta acima, parece que não! Veja o que ele mesmo declarou em 1981:

“Um ateu é alguém que tem certeza de que Deus não existe, alguém que tem provas irrefutáveis contra a existência de Deus. Não conheço essa evidência convincente. Como Deus pode ser relegado a tempos e locais remotos e causas últimas, teríamos que saber muito mais sobre o universo do que agora para ter certeza de que Deus não existe. Para ter certeza da existência de Deus e ter a certeza da não existência de Deus parece-me ser os extremos confiantes em um assunto tão cheio de dúvida e incerteza quanto ao inspirar muita pouca confiança no mesmo.” 
 Carl Sagan em Wakin, Edward – Maio de 1981. “God and Carl Sagan: Is the Cosmos Big Enough for Both of Them?”

20 comentários:

  1. Uma criança morre de fome no mundo a cada dez segundos e as pessoas religiosas acreditam que deus se preocupa com elas, independente das milhares de tragédias diárias que acontecem ao redor do mundo. Somente de animais mortos pelo homem, são 10 bilhões por semana. Como podem acreditar em algo benevolente e inteligente, quando nossa espécie é devastadora com todos os recursos naturais, animais e consigo mesma. Que deus rídiculo, babaca, egoísta, indiferente, estúpido é o seu que não aparece, não interfere em estupros, assassinatos, genocídios e não é capaz de prover o mínimo de alimentação a crianças que estão morrendo de fome (se você acha que o que seu deus faz é aceitável, então deixe seu filho morrer de fome e apenas fique olhando como seu deus faz). Seu deus é parecido com você, estúpido, indiferente, egoísta, narcisista, muito mal informado, alienado, retardado, manipulador, mentiroso, preguiçoso, cruel, sádico.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. UMA PESSOA QUE ACREDITA EM DEUS NAO PODE ALIMENTA UMA CRIANÇA ? TU SO PUTO POST SOBRE Carl Sagan QUE NAO É UM ATEU TODINHO QUE NEM VOCE

      Eliminar
    2. Foi Deus quem criou o FMI? Essa draga econômica que destroi nações e suga os recursos da humanidade?
      Foi Deus quem criou as armas de fogo que matam todo dia?
      Foi Deus que financiou o fascinora ateu Stalin?
      NÃO! Foram homens ardilosos e sem escrúpulos que muitas vezes usam o nome de Deus para seus próprios fins.
      Você fala de crueldade, mas o teu Dawnkins queridinho que disse que é a favor da "pedofilia leve".
      Neo ateísmo é a pior das religiões, pois cultuam o nada. Que proveito há nisso?
      Além do mais, qual a graça de ser ateu? Só pra dizer que somos frutos do acaso?!
      Então eu poderia estuprar a sua família na sua frente e depois te matar lentamente. Já que o sistema penal brasileiro é uma piada, e não haveria motivos para me preocupar. Pois como vocês mesmos afirmam: "Não há Deus."
      Então porquê me preocuparia?!
      E outra: Adoram usar o exemplo da África para zombar de Deus. Mas não perguntam para os deuses africanos onde eles estavam. Ateísmo seletivo não é ateísmo. É ignorância.

      Eliminar
    3. Foi Deus quem criou o FMI? Essa draga econômica que destroi nações e suga os recursos da humanidade?
      Foi Deus quem criou as armas de fogo que matam todo dia?
      Foi Deus que financiou o fascinora ateu Stalin?
      NÃO! Foram homens ardilosos e sem escrúpulos que muitas vezes usam o nome de Deus para seus próprios fins.
      Você fala de crueldade, mas o teu Dawnkins queridinho que disse que é a favor da "pedofilia leve".
      Neo ateísmo é a pior das religiões, pois cultuam o nada. Que proveito há nisso?
      Além do mais, qual a graça de ser ateu? Só pra dizer que somos frutos do acaso?!
      Então eu poderia estuprar a sua família na sua frente e depois te matar lentamente. Já que o sistema penal brasileiro é uma piada, e não haveria motivos para me preocupar. Pois como vocês mesmos afirmam: "Não há Deus."
      Então porquê me preocuparia?!
      E outra: Adoram usar o exemplo da África para zombar de Deus. Mas não perguntam para os deuses africanos onde eles estavam. Ateísmo seletivo não é ateísmo. É ignorância.

      Eliminar
    4. Deus não criou essas coisas Maick, o que ele está dizendo é se Deus é amor e é onipotente, por que ele simplesmente não acaba com o sofrimento no mundo ? Se ele não faz isso, então ele não é amor, ou justiça, e com certeza não é onipotente.
      Essa história do Dawkins ser a favor da "Pedofilia leve" é um boato criado por vocês religiosos hipócritas para diminuir a moral do ateísmo o atacando com mentiras e alegações sem nenhuma prova.
      "Neo-Ateísmo" não é uma religião, só o fato de você achar isso já mostra o quanto você não sabe nada do que está dizendo. Ateísmo é a ausência de religião, ou fé em divindades.
      Não precisamos de nenhum "Deus", recompensa divina ou ameaça de danação eterna para fazermos o bem. A moral e os bons costumes não são derivados das religiões, portanto, mesmo que exista um deus não significa que os ateus são imprudentes, irresponsáveis, ou que podem fazer o que quiserem. Não existem ateus que pensem do jeito que você descreveu, isso é só mais uma das mentira propagadas por essas religiões imundas.
      A própria bíblia diz que esse Deus ama todos igualmente. Milhares de homens, mulheres e crianças morrem ou sofrem todos os dias, e seu "Deus" não faz nada. Se eu pudesse impedir uma criança de ser estuprada eu impediria, independente da religião dela, essa é a diferença entre mim e o seu deus.

      Eliminar
    5. Foi a humanidade que cavou a própria cova, se entregando aos devaneios e se afastamdo de Deus.
      No mais, não se preocupe com a criança, ela estara em um b lugar, e sim, ae preocupe com o estuprador, pois se esse não se arrepender e buscar mudar seu coração, irá enfrentar a Justiça Verdadeira.
      Tudo que vai contra o que vocês querem acreditar, já dizem que é mentira de religiosos, mas Dawnkins é um sujeito sem noção, e não é levado a sério nem no meio acadêmico.
      Querer se comparar a Deus é puro devaneio, a não ser que você seja Thelemita.
      Antes de falar de "religiões imundas", estude um pouco da história do século XX, e veja quem matou mais, se foi a religião ou o ateísmo.
      E esse seu discurso denota a clara evidência de não evolução, pois a premissa da evolução se baseia em sobrevivência, não em razão, ou seja, a sobrevivência do mais forte. Nesse caso sentimentos seriam apenas fraquezas, processos randômicos a serem eliminados.
      E pela mostra de "arte" do Santander, deu pra perceber o que se passa na cabeça desses "oprimidos" da sociedade: falta de afeição natural, depravação e intolerância religiosa. Pedofilia não é arte, é CRIME. Pior que estupro na minha opinião.
      Que tal a próxima mostra de arte se chamar a arte da submissão? Fazer arte com mulheres acorrentadas, em flagelo. Aceitariam isso como arte? Claro que não, mas zoofilia, ataque direto a religião alheia, deboche, e outras aberrações sobre o pretexto da "diversidade"... Fala sério...

      Eliminar
  2. o problema é que essa NÃO é a definição de ateísmo. ateu é quem não acredita, não quem sabe que não existe. o Carl Sagan se definia como agnóstico e não ateu mas não são coisas contradizentes, você pode ser agnóstico teísta ou agnóstico ateísta (caso do Sagan)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Gustavo - Essa definição é do próprio Carl Sagan. Eu concordo com ele, pois para alguém acreditar ou não acreditar em algo, é necessário ter 'certeza'.

      Eliminar
  3. Se nos referimos aos deuses idealizados pela humanidade,Carl Sagan era ateu sim e de carteirinha,pois o mesmo não acreditava na existência real de nenhum deles.Deus era no máximo uma possibilidade estatística não verificável!!Nunca uma certeza!!

    ResponderEliminar
  4. Várias personalidades que ateus veneram não são ateus. Neil deGrasse Tyson é outro.

    Você poderia fazer um post mostrando elas.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Errou amigo, o próprio Neil deGrasse Tyson afirma ser agnóstico.

      Eliminar
    2. se ateu e agnóstico fossem a mesma coisa não haveria o por que usar palavras diferentes para diferencia-los.

      Eliminar
  5. Carl Sagan foi canabagista também. Muitos de seus artigos e livros foram escritos sob efeito da erva. Logo, seu trabalho é todo um delírio.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. e qual o problema nisso,embora drogas façam mau a saúde algumas como a maconha que você citou também podem ser usadas no tratamento de varias doenças ate mesmo aids.

      Eliminar
    2. Na minha humilde opinião, maconha não é droga. Agora cigarro, cocaína, crack, êxtase, e até os tarja preta que as socialite adoram tomar pra "fugir" dos problemas, isso é tudo droga.
      A maconha só entrou nessa ciranda graças ao fortíssimo lobby da Souza Cruz, em 1919 quando se criou um conselho de saúde para determinar o que seria ou não classificado como droga. E as utilidades da fibra da canabis são muitas, inclusive aquelas cordas que são usadas para fazer aquelas pontes para atracessar cannions no oriente. Pois foi comprovado* que essas travessias subsistem ainda hoje porque a fibra da canabis é muito mais resistente.

      *postarei o artigo futuramente pois não o tenho em mãos nesse momento.

      Eliminar
    3. não sei se é certo classificarmos o cigarro como droga hoje em dia ele é uma droga licita milhões de pessoas fumam todos dias,ser fumante é uma coisa normal hoje em dia.e de qualquer jeito eu acho que as drogas deveriam ser liberadas,pra que possam ser exportadas ou produzidas por aqui e depois estudadas por especialistas pra que assim possamos utilizar seus efeitos pro bem e não pro mau.

      Eliminar
  6. Canabagista eu não havia escutado ainda.
    Kkkkk.

    ResponderEliminar
  7. No achei a fonte que eu tinha, mas achei esse atigo muito interessante para os leitores do blog
    http://www.plasmodia.com.br/index.php?option=com_content&view=article&id=88&Itemid=239
    Boa Leitura!

    ResponderEliminar
  8. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  9. Para alguns, Carl Sagan era cético. Para outros, era ateu.
    Apesar de ser uma pessoa esclarecida, ele falava muita BOBAGEM também.
    Na década de 70, por exemplo, Sagan mandou uma imagem ao espaço, pelas sondas Pioneer.
    Essa imagem representava o nosso Sistema Solar e um casal humano.
    Ela foi feita com 1.271 "bits" de informação.

    Sagan GARANTIA que se extraterrestres entrassem em contato com a imagem, saberiam que ela foi FEITA por alguma fonte inteligente, pois ela era uma imagem "planejada", que revelava ordem na sua fabricação.
    NÃO havia como não reconhecer.
    SE contatassem a imagem, saberiam que ela foi FEITA por alguém inteligente, ou que ela teve um criador.

    PORÉM, Sagan NÃO acreditava que fomos FEITOS por um Criador, que no caso é Deus (Salmos 100:3 - Gênesis 1:1 - Hebreus 3:4).
    Percebeu a incoerência?
    Aquela imagem que ele enviou, revelava "planejamento" e, quem a achasse, saberia que ela teve um "criador", ou revelava que foi feita por alguém.

    MAS... se aquela imagem, que é bem simples, quando COMPARADA com o ser humano, exigiu um CRIADOR, o ser humano, que é muito mais COMPLEXO, não exigiria também um Criador?

    SE a imagem, de 1.271 "bits" de informações, exigiu um criador, o homem, com seus MILHÕES de "bits" em suas células, o exigiria muito mais.
    Qualquer criança vê isso, mas Sagan NÃO via.
    Preferia "coar o mosquito e engolir o camelo" (Mateus 23:24), ou seja, "coava", ou não aceitava, a existência de um Criador, mas "engolia", ou aceitava, uma BESTEIRA muito maior, como a de existirmos sem termos sido feitos por um Criador, como os NÉSCIOS, ou tolos, dizem (Salmos 14:1-3).

    ResponderEliminar