quarta-feira, 1 de outubro de 2014

Mentirinhas brancas ateístas

Assim como alguns religiosos, os neoateus também utilizam algumas mentirinhas quando querem pregar suas ideologias. Veja esse exemplo:

Menino supostamente escrevendo uma blasfêmia contra Deus

Na foto divulgada pelo Facebook da ATEA podemos ver uma criança com deficiências físicas escrevendo impropérios contra Deus, como se estivesse revoltada por sua condição. 
Obviamente a foto é falsa. É uma montagem. Veja a foto verdadeira:

O menino da foto se chama Saleh Khalaf, e ao contrário do que a ATEA tentou passar, ele é muito religioso

Outra foto da ATEA mostra uma suposta declaração de Napoleão Bonaparte:


Outra mentira descarada da ATEA. O conceito de "amigo imaginário" veio da psicologia moderna, portanto não existia na época de Napoleão. 

Será que ser mentiroso é um requisito para ser membro da ATEA? 


Mais uma mentirinha circulando no Facebook:


De acordo com o post desse cidadão que utiliza uma conta fake no Facebook, a foto acima seria de um "protesto cristão" contra a legalização do casamento entre negros e brancos. Obviamente mais uma mentira ateísta para denegrir os cristãos. 
 A manifestação da foto não foi organizada por nenhuma entidade cristã, e também não tem nada a ver com casamento entre negros e brancos. Os manifestantes da foto são estudantes que tentavam barrar a entrada de alguns estudantes negros em escolas para brancos. Para mais detalhes clique aqui.

O tal motel evangélico




Essa foto costuma aparecer em páginas criadas por ateus militantes. 
Obviamente a foto é apenas uma montagem. Veja a foto verdadeira: 


O astronauta



Na foto alterada podemos ver um astronauta exibindo um cartaz que diz: "Eu não vejo nenhum deus aqui em cima". 
Contudo, na foto original o astronauta Dale Gardner exibe um anúncio de venda após recuperar dois satélites. 

Iuri Gagarin



Outro boato que corre pela internet diz respeito a uma frase supostamente dita pelo famoso astronauta Iuri Gagarin. Ele teria dito: "A Terra é azul, e eu não vi nenhum deus"

Na verdade ele disse apenas que "a Terra é azul", e mesmo assim ninguém sabe se ele disse essa frase enquanto estava no espaço ou quando já tinha retornado à Terra. Iuri Gagarin era membro da Igreja Ortodoxa Russa (fonte), e por isso é muito improvável que ele tenha dito tal coisa. 
Em 2006 o coronel  Valentin Petrov, que era amigo íntimo de Gagarin afirmou que o astronauta nunca proferiu essa frase. O verdadeiro autor dessa frase teria sido o  secretário geral do Partido Comunista da União Soviética Nikita Khrushchev, durante um discurso que fazia parte da campanha anti-religião promovida pelo Estado. Para quem não sabe a União Soviética se esforçava em propagar o ateísmo (Novo Atlas Geográfico Mundial edição 33, editora Michalany, pág.56). 

A estorinha com duplo sentido


Circula na internet uma versão falsa de um quadrinho da Turma da Mônica. Nessa versão um padre visivelmente mal-intencionado convida a Mônica para ir até sua paróquia. 



Obviamente mais uma montagem feita por grupos antirreligiosos de internet. Veja o quadrinho original:







2 comentários:

  1. julgo que percebeu mal a mensagem dos ateus

    ResponderEliminar
  2. Eles só mentiram um pouquinho né?!
    "Vós que tendes por pai o diabo, ele é mentiroso e homicida desde o princípio.
    Fala o que é próprio porque é o PAI DA MENTIRA"
    YAOHUSHUA

    ResponderEliminar