quarta-feira, 3 de junho de 2015

Mais uma suposta contradição bíblica refutada (idade de Adão incompatível com data do dilúvio)



Repare no argumento acima. Confesso que não o conhecia. O rapaz levanta uma questão interessante: se o dilúvio terminou no ano 601, como afirma Gênesis 8:13, então Adão, que viveu 930 anos de acordo com Gênesis 5:5 teria sobrevivido ao dilúvio? 

O erro do rapaz começa quando ele parte do princípio de que a data mencionada em Gênesis 8:13 diz respeito ao calendário (sistema oficial de divisão do tempo), quando na verdade o versículo faz referência à idade de Noé. Veja como esse versículo pode ser melhor compreendido na versão bíblica Linguagem de Hoje:

"Quando Noé tinha seiscentos e um anos, as águas que estavam sobre a terra secaram. No dia primeiro do primeiro mês, Noé tirou a cobertura da barca e viu que a terra estava secando" (Linguagem de Hoje)

A Nova Versão Internacional também é bem clara:

"No primeiro dia do primeiro mês do ano seiscentos e um da vida de Noé, secaram-se as águas na terra. Noé então removeu o teto da arca e viu que a superfície da terra estava seca." (Nova Versão Internacional).

Portanto não restam dúvidas: 601 era a idade de Noé e não a data do calendário.

Para reforçar, vamos comparar com Gênesis 9: 28-29. Esses versículos dizem que Noé viveu 950 anos ao todo, ou seja: 600 anos (arredondados) antes do dilúvio e 350 anos depois do dilúvio.

601 + 350 = 951 anos ou 950 anos arredondados.



1 comentário:

  1. precisa ver o que o povo que comenta nas paginas da atea,e em outros lugares dizem serio você vai achar vários ''argumentos''
    por favor continue com esse blog

    ResponderEliminar