quarta-feira, 15 de junho de 2016

Usar versículos fora de contexto (uma especialidade dos ateus militantes)

Um versículo citado sozinho, isolado de seu contexto, pode ser perigoso. Isso pode mudar completamente o sentido do contexto. Infelizmente existem muitas pessoas mal-intencionadas entre os ateus militantes. Essas pessoas agem de má fé, sem o menor remorso. Ontem, enquanto estava lendo alguns posts numa página de debates do Facebook, me deparei com isso:


O post cita um versículo isolado e dá a entender que se trata de uma ordenança divina muito cruel.  Claro que esse post deve ter rodado em muitas páginas ateístas, incitando ainda mais o ódio desses antirreligiosos contra Deus.

Mas o que o contexto do versículo em questão realmente diz?

 O contexto nos conta que o profeta Eliseu tinha viajado até a cidade de Damasco, na Síria. O Rei da Síria estava muito doente, e quando soube que o profeta estava em Damasco, mandou  um de seus oficiais até o profeta para consultá-lo. O profeta olhou fixamente para o oficial do rei e começou a profetizar dizendo que aquele oficial iria se tornar o próximo rei da Síria. No entanto, porém, ele seria um rei muito cruel, que faria muito mal ao povo de Israel, chegando ao cúmulo de matar crianças e rasgar as barrigas das grávidas.   Portanto o versículo citado não é uma ordenança divina (como os ateus querem fazer parecer),  mas uma profecia sobre o que o futuro rei da Síria iria fazer. 



2 comentários:

  1. E a parte que diz que gays são abominações e que mulheres devem se casar com estupradores (e ser apedrejadas se o desobedecerem)?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A parte da mulher não foi nem tirar do contexto, essa parte foi puro analfabetismo funcional ou desonestidade intelectual sua mesmo.

      Eliminar